/

/

/

/

/

/

/

/

/

/

/

/

/

1

1

1

1

1


1

1

1


 









Economia

Tem início a confirmação pela chave PIX

Dia 05/10/2020

Inicia hoje o cadastramento de chaves do novo sistema brasileiro de pagamentos instantâneos, o PIX. Com apenas uma chave cadastrada, as transferências poderão ser realizadas instantaneamente, em apenas 8 segundos, sete dias por semana.

É a chave Pix que vai permitir que o dinheiro enviado para uma pessoa chegue à conta de destino correta sem problemas e com segurança.

Para esclarecer como funciona esse novo sistema de pagamentos, que começa a funcionar no próximo mês, a Rádio Educadora conversou com o diretor Executivo do Sicredi Grandes Lagos PR/SP, Jardiel Cherpinski.

Segundo ele, o PIX deve simplificar a vida de quem realiza transações financeiras on-line.

“Simplifica a relação de pagamento, transferência, de recebimentos. Em outros países o Pix já é realidade, principalmente na Ásia. O sistema de pagamentos nunca mais será o mesmo. Determinados valores eram transacionados através de um DOC, faz o pagamento num dia e no outro dia aparece na conta de quem recebe. Agora o Pix traz essa modalidade de pagamento instantâneo”, conta. 

DE GRAÇA PARA PF

O serviço será gratuito para pessoas físicas, inclusive MEIs (microempreendedores individuais), com algumas exceções. A gratuidade do Pix valerá para enviar e receber transferências e para realizar compras, conforme a Resolução BCB nº 19/2020. No caso das empresas (pessoas jurídicas), as instituições financeiras e de pagamento que ofertarem o Pix poderão cobrar tarifas tanto do cliente pagador quanto do recebedor.

Segundo Jardiel, o processo de cadastro a partir de hoje pode gerar a chave que fará com que as pessoas utilizem apenas ela para transferir dinheiro. “Estamos no período de cadastramento. Já fizemos um pré-cadastro e a partir de hoje inicia essa comunicação com o Banco Central pra poder gerar a chave Pix”, detalha. 

SEM PREOCUPAÇÕES

Jardiel lembra ainda que todos os outros serviços seguem normalmente. Quem não quiser utilizar a nova ferramenta pode seguir com as transações como fazia antes.

“O Pix é mais um canal a disposição. Os associados podem utilizá-lo, ter mais tecnologia, mais agilidade, mas ele tem as agências abertas, tem a possibilidade de fazer os pagamentos como ele faz hoje. Poder realizar DOC, TED e todos tem tempo de aprender essa nova  ferramenta. O Pix não precisa ser motivo de preocupação”, completa.

Brasil e Paraguai reabrem parcialmente fronteiras para comércio

Dia 17/09/2020

O Brasil e o Paraguai decidiram reativar o comércio entre as cidades fronteiriças de Foz do Iguaçu, no Paraná, e Cidade do Leste, no Paraguai; Mundo Novo, em Mato Grosso do Sul, e Salto del Guairá, o Paraguai; e Ponta Porã (MS) e Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

Os dois países assinaram, na quarta-feira (16), uma ata bilateral que permite a reativação parcial do comércio.

O acordo prevê a criação de pontos comerciais próximos das fronteiras de cada país. Além disso, traz procedimentos para realização de compras pelos cidadãos dessas cidades. Os requisitos aduaneiros migratórios e sanitários determinados por cada país devem ser respeitados.

Os dois países fecharam as fronteiras em março em virtude da expansão do novo coronavírus no continente. Segundo o Ministério da Saúde do Paraguai, o país tem 29.298 pessoas contaminadas e 552 mortos por covid-19. Já o Brasil está com 4,4 milhões de casos e 134,1 mil mortos pela doença.

Agências do INSS retomam atendimento ao público no Paraná

Dia 14/09/2020

Após ficarem com atendimento presencial suspenso por cerca de seis meses, em decorrência da pandemia da Covid-19, as agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retomam as atividades a partir desta segunda-feira (14), em todo o país. Na primeira fase de reabertura, no entanto, somente os atendimentos agendados previamente serão realizados nas agências, incluindo, em alguns casos, a retomada da perícia médica previdenciária, que ocorrerão apenas em unidades específicas. Com informações da Agência Brasil.

De acordo com o INSS, cerca de 600 agências devem reabrir. O número representa menos da metade das unidades do INSS, mas corresponde às maiores agências.

Sanepar confirma aumento na conta de água

Dia 26/08/2020

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) confirmou nesta terça-feira (25), que fará o reajuste anual de 9,62% em suas tarifas de água e esgoto, a partir de 31 de outubro. O aumento foi homologado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar), que informou que o último reajuste tarifário ocorreu há 18 meses, em abril de 2019. Segundo a Sanepar, o novo índice será aplicado de forma proporcional durante o mês de novembro e só terá impacto integral a partir de dezembro de 2020.

Ainda de acordo com a empresa, o reajuste repõe custos da Sanepar com energia elétrica, pessoal, produtos químicos nos tratamentos de água e de esgoto, manutenção e operação de redes, estações e equipamentos e faz frente aos investimentos da companhia.

“A metodologia tarifária dos serviços de saneamento no Paraná prevê reajuste anual para correção monetária do valor da tarifa (equilíbrio econômico e financeiro), conforme as normas legais, regulamentares e contratuais, tendo como objetivo atender ao interesse público”, afirmou a Sanepar, por meio de nota.

Sobre a situação atual dos consumidores brasileiros, que enfrentam dificuldades econômicas impostas pela pandemia do novo coronavírus, a empresa afirmou que “o último pedido de reajuste foi encaminhado à Agepar há seis meses, em fevereiro deste ano, e deveria ter sido homologado em abril, com entrada em vigor a partir de maio. A Agência Reguladora postergou o reajuste tarifário durante esse período devido à pandemia do coronavírus”.

Saiba como parcelar contas atrasadas de luz no Paraná

Dia 25/08/2020

Em 16 de agosto, a Companhia Paranaense de Energia (Copel) retomou os cortes de energia elétrica por falta de pagamento.

Porém, tem gente que não está conseguindo fazer o pagamento, já que a pandemia do novo coronavírus prejudicou a renda de muitas famílias. Então, a solução tem sido o parcelamento das faturas atrasadas.

Antes mesmo do fim de agosto, a Copel já recebeu mais de 21 mil pedidos para parcelar valores em atraso. Esse número está bem acima da média mensal, que é de 12 mil parcelamentos.

Entre março e julho, a inadimplência na conta de luz cresceu 25% no Paraná, segundo a Copel.

Volta dos cortes

Os cortes voltaram a ser permitidos após o fim do prazo da resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que havia determinado a proibição.

A resolução da Aneel começou a valer em março – por causa da pandemia –, chegou a ser prorrogada pelo governo e terminou em 31 de julho.

Como parcelar?

O parcelamento de faturas atrasadas e outros serviços têm levados consumidores até agências da Copel. Por isso, filas acabam se formando nos postos de atendimento.

Em agosto, de acordo com a Copel, a quantidade de clientes atendidos aumentou. Foram 28 mil em todos os canais de atendimento da companhia. Segundo a Copel, boa parte das pessoas não precisaria ir até as agências para resolver problemas de contas atrasadas.

A Copel recebe os pedidos de parcelamento pela internet. Nos casos de parcelamento em atraso, o pedido de renegociação da dívida por ser feito por e-mail: [email protected].

Quem não tem nenhum parcelamento ativo, pode fazer o pedido pelo site da Copel. Com o pagamento da 1ª parcela, o cliente evita o corte da energia.

Sobre o parcelamento, a Copel informou que cada caso é avaliado individualmente e que as parcelas podem ser feitas em até 12 vezes. Além disso, o parcelamento está limitado a débitos de até R$ 10 mil.

Exceção

De acordo com a Copel, permanece suspenso o corte para famílias de baixa renda, idosos, pessoas diagnosticadas com Covid-19, Micro Empreendedores Individuais (MEIs), pessoas com deficiência e trabalhadores informais.

A proibição do corte por contas em atraso, para o grupo isento, está prevista na lei estadual número 20.187/2020, aprovada pela Assembleia Legislativa (Alep) e sancionada pelo Governo do Paraná, em abril.

Mesmo estando protegidos pela legislação, a Copel orienta que as famílias que se enquadram na medida de isenção do corte, precisam fazer um cadastro no site da companhia.

ACIQI, Sicredi e Sebrae realizam a Rodada de Negócios Online

Dia 20/08/2020

No último dia 17 de agosto, em uma parceria da ACIQI, Sicredi e Sebrae foi realizada a 1ª Rodada de Negócios Online. Um evento empresarial desenvolvido para promover aproximação entre empresas, com objetivo de ampliação da rede de contatos, geração de novas parcerias e negócios.

Realizado de maneira on-line, gratuito, o evento ocorreu com 22 empresas participantes e 10 moderadores, colaboradores da ACIQI e do Sicredi. Aplicado por meio da ferramenta ZOOM com empresas de vários segmentos.

Na abertura do evento contou com a presença do Presidente do Sicredi Grandes Lagos Orlando Mufatto, Diretor de Negócios do Sicredi Evandro Franco, Presidente da ACIQI Rodrigo Guzzo e a Gestora Estratégica do Sebrae no Território Cantuquiriguaçu Angélica Weirich, seguido das explicações da dinâmica do evento e dividido por rodadas de negócios.

Durante a rodada cada um dos participantes teve um minuto para falar da sua empresa de forma clara e objetiva, os participantes foram divididos em salas com moderadores que mediaram os encontros e mensuravam o tempo de cada participante.

No total foram 4 rodadas organizadas de forma aleatória e disponibilizada a troca de contatos entre os participantes ao final do encontro.  

Gratidão a todos os participantes que aceitaram o desafio de se reinventar nesse momento de tantas mudanças.

Por unanimidade, funcionários dos Correios aderem à greve no Paraná

Dia 18/08/2020

Funcionários dos Correios participaram na noite desta segunda-feira de uma assembleia virtual para discutir a possibilidade de greve dos trabalhadores. Durante transmissão ao vivo pelas redes sociais, os Diretores do sindicato nas regionais argumentaram sobre a necessidade da união dos trabalhadores nesse momento em que a convenção coletiva está ameaçada.

Além disso, eles reforçaram o medo que a empresa seja privatizada e haja um desemprego em massa. Ainda no ano passado, ficou acordado que a convenção coletiva valeria para o ano de 2019 e também 2020, porém uma ação cancelou a decisão.

O acordo firmado no ano passado entre os Correios e sindicato tinha 79 cláusulas, porém não teria sido respeitado, de acordo com o Sintcom. Ao todo cerca de 1 mil pessoas participaram da votação em todo o Paraná e apenas seis foram contrários ao movimento. Sendo assim, a partir das 22h desta segunda-feira os funcionários dos Correios estão em greve em todo o Paraná.

A partir de amanhã os trabalhadores estarão em frente das agências mobilizados com faixas até que a situação seja resolvida.

Copel retoma cortes de energia por falta de pagamento

Dia 04/08/2020

A Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel) informou, na última segunda-feira (3), que vai retomar o corte no fornecimento de energia por falta de pagamento da conta, a partir do dia 16 de agosto.

Segundo a companhia, os cortes voltaram a ser permitidos após o fim do prazo da resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que havia determinado a proibição.

A resolução da Aneel começou a valer em março, por causa da pandemia de coronavírus, chegou a ser prorrogada pelo governo, e terminou em 31 de julho.

Exceção

De acordo com a Copel, permanece suspenso o corte para famílias de baixa renda, idosos, pessoas diagnosticadas com Covid-19, Micro Empreendedores Individuais (MEIs), pessoas com deficiência e trabalhadores informais.

Mesmo estando protegidos pela legislação, a Copel orienta que as famílias que se enquadram na medida de isenção do corte, precisam fazer um cadastro no site da companhia.

A proibição do corte por contas em atraso, para o grupo isento, está prevista na lei estadual número 20.187/2020, aprovada pela Assembleia Legislativa (Alep) e sancionada pelo Governo do Paraná, em abril.

Reabertura das agências

Seguindo a mesma revisão das normas da Aneel, a Copel reabriu o atendimento presencial nas agências do estado, nesta segunda-feira. As atividades estavam suspensas desde março.

Para a reabertura do atendimento presencial, a companhia informou que instalou divisórias de acrílico nas mesas dos atendentes e disponibiliza Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os atendentes, além de álcool gel na entrada das agências.

Ainda de acordo com a Copel, serviços de emissão de segunda via de fatura, histórico de consumo, atualização de telefone e e-mail, pedido de religação, registro de leitura, alteração de vencimento, pedido de desligamento e pedido de parcelamento devem ser realizados diretamente nos tótens de atendimento.

Veja, abaixo, a nota da Companhia Paranaense de Energia sobre o assunto:

"A Copel informa que está seguindo, desde 1º de agosto, todas as disposições da Resolução Normativa 891, da Aneel, órgão que regulamenta o setor no Brasil. Esta resolução revoga as determinações que constavam na Resolução Normativa 878, de 24 de março.

Entre as medidas determinadas pelo órgão regulador estão a reabertura das agências para atendimento presencial e a volta do corte de energia por falta de pagamento.

Os cortes podem ser realizados 15 dias após o aviso da Copel de que a unidade consumidora está inadimplente. Este avisos estão sendo feitos por e-mail, SMS e nas faturas de energia. Portanto, é fundamental que os clientes mantenham seu cadastro junto à Copel atualizado.

Para isso, basta acessar o site e atualizar os dados na Agência Virtual. Ainda no site ou no aplicativo Copel é possível consultar débitos e obter segunda via ou código de barras para pagamento.

Além da legislação federal, a Copel permanece obedecendo a legislação estadual.

No Paraná, em função da Lei Estadual 20.187, sancionada em abril, as seguintes classes consumidoras não podem sofrer corte de energia: famílias com renda per capita mensal de até meio salário mínimo ou três salários mínimos totais; idosos acima de 60 anos; pessoas diagnosticadas com Covid-19 ou outras doenças graves ou infectocontagiosas; pessoas com deficiência; trabalhadores informais; Micro e Pequenas Empresas ou Microempreendedor Individual.

É importante ressaltar que, exceto os consumidores classificados como baixa renda, todas as unidades consumidores que se enquadram nas categorias descritas na Lei Estadual devem fazer cadastro no site da Copel. Basta acessar copel.com e ir no botão bloqueio de corte, que aparece na primeira página, na Agência Virtual".

envie para um amigo ...... comente está matéria........ imprimir a matéria

Últimas Notícias
 
Editoria Ano Mês
 
 

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, em qualquer meio de comunicação eletrônica ou impresso, sem a devida autorização escrita ou via
e-mail do site Iguaçu Notícias.

 

 


1

1

1

1

1

1
1

1
1

1
1

1