/

/

/

/

/

/

/

/

/

/

/

/

/

1


1

1

1

1

1

1

1


1

1

1

1

1


1

1


 









Agronegócio

Secretário faz apelo para agricultores emitir a nota do produtor


Secretário Ladislau Stachelski

Dia 19/08/2015

O Secretário da Agricultura de Quedas do Iguaçu, conhecido por Lalau, durante o informativo da Prefeitura Municipal falou sobre a nota do produtor rural, esse documento é obrigatório e serve para acompanhar a produção agropecuária feita pelo produtor rural, seja na venda ou no transporte de seus produtos, a nota também serve para que o produtor comprove a atividade junto ao INSS.

O secretário pediu para que os produtores emitam a nota em todas as saídas de bens e produtos da sua lavoura, seja na venda de criações, feiras ou qualquer outra finalidade, uma vez que o  transporte de bens ou produtos está sujeito a fiscalização.

PR vai manter calendário de vacinação contra a aftosa

Dia 17/08/2015

A próxima campanha de vacinação contra a aftosa no Paraná vai acontecer em novembro, entre os dias 1º e 30, quando vão ser imunizados animais de todas as idades. Em maio, o governo do Paraná solicitou ao Ministério da Agricultura para iniciar os procedimentos para obtenção do reconhecimento internacional de zona livre de febre aftosa, sem vacinação.

O secretário Norberto Ortigara disse que os requisitos necessários para prosseguir com o processo não foram concluídos no tempo previsto anteriormente, diante da crise nacional e das dificuldades econômicas enfrentadas pelo estado no primeiro semestre.

O governo está se reestruturando para ter o nível mais alto de defesa agropecuária para proteção dos rebanhos, além das culturas vegetais. A partir das fases de treinamento e capacitação dos novos contratados da ADAPAR. Quedas do Iguaçu terá mais um engenheiro agrônomo e uma médica veterinária que irão atuar na ADAPAR.

Presidente sanciona lei que dispensa emplacamento em máquinas agrícolas

Dia 05/08/2015

No começo deste ano, uma notícia dava conta de que os proprietários de máquinas agrícolas obrigatoriamente teriam que emplacar estes veículos. Após muitas informações desencontradas, finalmente vem uma decisão oficial. Já está valendo em todo País a norma que desobriga produtores rurais a fazer o licenciamento e o emplacamento de veículos agrícolas.

A lei foi assinada pela presidente Dilma Rousseff, no último dia de julho e começa a valer para equipamentos e máquinas produzidos a partir de 1º de janeiro de 2016. A partir desta data, os agricultores que forem comprar tratores e outros tipos de maquinários, como colheitadeiras, retroescavadeiras e pulverizadores, vão ter que fazer um registro. Este registro será gratuito e será de competência do ministério da Agricultura, em caso de trânsito em vias públicas. Esse documento é uma espécie de documento de identidade do veículo e vai conter a identificação do maquinário e informações sobre os proprietários.

O texto da lei sancionada também prevê que os estados e municípios, através dos órgãos de trânsito, fiquem encarregados da fiscalização nos deslocamentos. A obrigatoriedade do emplacamento para todo o maquinário agrícola, que deveria entrar em vigor em dezembro de 2014, já havia sido adiada pelo Conselho Nacional de Trânsito, Contran, por dois anos, a fim de que os proprietários dos veículos pudessem se adequar às novas regras. Desta forma, não é necessário o emplacamento, mas se o agricultor quiser deslocar seu maquinário por rodovias, deverá obter um documento que permita isto.

Fonte: Agência do Rádio

envie para um amigo .... comente está matéria....... imprimir a matéria

Últimas Notícias
 
Editoria Ano Mês
 
 

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, em qualquer meio de comunicação eletrônica ou impresso, sem a devida autorização escrita ou via
e-mail do site Iguaçu Notícias.

1

 

 

z1

1
1

1

1

1
1

1

1

1

1

1
1

1

1

1

1

1

1

1