/

/

/

/

/

/

/

/

/

/

/

/

/

1

1

1
1

1

1

1

1


 









Nacional

Nova CNH já está sendo emitida

Dia 02/06/2022

O novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) começou a ser emitido na quarta-feira, 1° de junho, o documento tem tradução em três idiomas e poderá ser substituído à medida que os motoristas forem renovando ou emitindo a segunda via.

A determinação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) foi tomada em dezembro de 2021, por meio da resolução n° 886. De acordo com a resolução do Contran, não há necessidade de troca imediata para o novo padrão. A substituição deverá ocorrer à medida em que os motoristas forem renovando ou emitindo a segunda via.

A entrada em vigor da nova CNH não invalida os documentos atuais, que continuam valendo em todo o Brasil até sua data de validade. O documento pode ser expedido em meios físico, digital ou ambos. A escolha fica a critério do motorista.O documento pode ser expedido em meios físico, digital ou ambos. A escolha fica a critério do motorista.O documento pode ser expedido em meios físico, digital ou ambos. A escolha fica a critério do motorista.

A nova CNH terá elementos gráficos para evitar falsificação e fraudes. Além disso, a primeira coluna terá a categoria da habilitação, seguida por uma figura do automóvel e a indicação se o dono do documento está habilitado para dirigir aquele tipo de veículo, além de informações sobre exercício de atividade remunerada do motorista e possíveis restrições médicas.

O documento também vai apontar se o motorista tem apenas permissão para dirigir, por meio da letra "P", ou se já possui CNH definitiva, com o uso da letra "D".

A nova CNH mantém o QR Code, já disponível nos documentos emitidos a partir de 2017. O código vai armazenar todas as informações do documento, inclusive a fotografia, com exceção da assinatura do motorista. A nova versão apresenta tradução em português, inglês e espanhol. A ideia, segundo o Ministério da Infraestrutura, é facilitar a identificação dos condutores brasileiros no exterior.

O Ministério da Infraestrutura informou que o novo documento tem mais dispositivos de segurança do que o anterior. Segundo a pasta, um deles é uma tinta especial fluorescente que brilha no escuro, além de itens visíveis apenas com luz ultravioleta e holograma na parte inferior do documento, o que dificulta falsificações.

A nova CNH terá o código MRZ, o mesmo que consta nos passaportes, e poderá ser lido por equipamentos eletrônicos. No entanto, a mudança é apenas no sentido de facilitar a verificação da validade do documento. Portanto, o passaporte ainda se faz necessário em viagens internacionais que o exijam.

A resolução do Contran estabelece que a nova CNH só será expedida nas seguintes situações:

Na obtenção da permissão para dirigir (PPD), com validade de 1 ano;
Na substituição da PPD pela CNH definitiva, ao término do prazo de validade de 1 ano;
No caso de adição de categoria;
Na solicitação de emissão da versão física da CNH;
Quando houver reabilitação do condutor;
Se houver alteração de algum dos dados impressos na CNH;
Na substituição do documento de habilitação estrangeira.

Conta de luz não terá taxa extra até final do ano

Dia 12/04/2022

Cinco dias após o presidente Jair Bolsonaro anunciar o fim de bandeira de escassez hídrica na conta de luz e a entrada em vigor da bandeira verde a partir de 16 de abril, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou que ela deve vir pra ficar. Novas mudanças não são esperadas até o fim de ano. Isso significa que provavelmente as tarifas não voltarão a sofrer acréscimos em 2022. “Essa é a expectativa”, disse hoje (11) Luiz Carlos Ciocchi, diretor-geral do ONS.

A entidade é responsável por coordenar e controlar as operações de geração e transmissão de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional (SIN). O sistema de bandeiras tarifárias é o que define o real custo da energia. Quando as condições de geração de energia não são favoráveis, é preciso acionar as usinas termelétricas, elevando os custos. Assim, cobranças adicionais têm por objetivo cobrir a diferença e também funcionam para frear o consumo.

Quando vigora a bandeira verde, não há acréscimos na conta de luz. Já na bandeira amarela, o consumidor paga um adicional de R$ 0,01874 para cada quilowatt-hora (kWh). A bandeira vermelha é dividida: no patamar 1, o acréscimo é de R$ 0,03971 e no patamar 2 é de R$ 0,09492. No ano passado, foi criada a bandeira de escassez hídrica, que fixa um acréscimo de R$ 14,20 a cada 100 kWh consumidos. Ela estava vigente há sete meses, desde setembro.

Segundo o governo federal, a medida era necessária para compensar os custos da geração de energia, que ficaram mais caros em consequência do período seco em 2021, apontado como o pior em 91 anos. Ciocchi afirmou que, com o volume de chuvas registrado desde o fim do ano passado, a atual situação dos reservatórios das usinas hidrelétricas permitirá ao país atravessar o restante do ano de forma mais tranquila e segura do que em 2021. “Sudeste e Centro-Oeste terminam o período de chuvas no melhor nível desde 2012”, observou. Segundo o diretor-geral da ONS, a geração térmica deverá se limitar às usinas inflexíveis, que são aquelas que não podem parar e que possuem uma capacidade em torno de 4 mil MW (megawatts). Nos piores momentos da crise hídrica de 2021, as térmicas respondiam por mais de 20 mil MW.

Atualmente, as hidrelétricas são responsáveis por cerca de 65% da geração de energia no país. A matriz brasileira vem sendo modificada nos últimos anos com o crescimento de novas fontes renováveis, como eólica, que já representa aproximadamente 9% do total. Apesar da recuperação das usinas hidrelétricas, Ciocchi considera ter sido acertada a decisão do governo de contratar térmicas emergenciais no ano passado. Elas deverão garantir, até dezembro de 2025, a reserva de energia que era considerada necessária para uma recuperação de longo prazo. “Na hora que tomamos a decisão, existia uma incerteza muito grande. Tínhamos duas escolhas: o arrependimento de contratar e o arrependimento de não contratar”, pontuou.

Rússia ataca Ucrânia e ameaça países que interferirem

Dia 24/02/2022

Nas primeiras horas do dia 24 de fevereiro, a Rússia atacou a Ucrânia em uma operação militar nas regiões separatistas do leste ucraniano, explosões e sirenes foram ouvidas em várias cidades do país.

Autoridades ucranianas informaram que pelo menos 50 pessoas morreram e seis aviões russos foram destruídos. Longas filas se formaram nas principais avenidas de Kiev, capital da Ucrâni, com moradores tentando deixar a região.

O presidente Volodymyr Zelensky convocou a populção para defender o país, dizendo que os cidadãos podem utilizar armas para defender o território.

Horas antes do ataque o presidente Vladimir Putin, justificou que a Rússia não pode tolerar ameaças da Ucrânia. O presidente ainda recomendou que os soldados ucranianos larguem suas arma e voltem para casa, e por fim afirmou que não aceitará nenhum tipo de interferência estrangeira.

Gasolina sobre 5x mais que a inflação

Dia 17/02/2022

A gasolina e o gás de cozinha subiram cinco vezes mais que a inflação oficial medida pelo IPCA. Desde 2019 o diesel subiu quatro vezes, é o que revela os dados de uma pesquisa do DIEESE em parceria com a Federação Única dos Petroleiros, com base em informações da Petrobras.

Desde de 2019, a gasolina teve reajuste de 116%, enquanto a inflação foi de 20,6% do período. No caso do gás de cozinha, a alta foi de 100,1%, e o diesel ficou 95,5% mais caro.

Segundo o DIEESE, com as tensões na Ucrânia e ondas de frio nos países do hemisfério norte, que elevam o consumo de petróleo, preços do óleo no mercado internacional deverão subir ainda mais.

Mercado diminui novamente a previsão de crescimento da economia

Dia 12/01/2022

O mercado financeiro diminuiu mais uma vez a previsão para o crescimento da economia brasileira neste ano. As projeções constam do segundo boletim Focus de 2022, que aponta um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 0,28%, ante os 0,36% projetado na primeira semana do ano.

O boletim, divulgado pelo Banco Central (BC), reúne a projeção do mercado para os principais indicadores econômicos do país. A informação é da Agência Brasil.

Na última semana de 2021, a previsão do mercado era de um crescimento de 0,42% e há quatro semanas, a previsão era de 0,50%. O mercado também reduziu a previsão de crescimento do PIB – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – para 2023, de 1,8% para 1,7%. Há quatro semanas a projeção era de crescimento de 1,9%.

Em 2024, a projeção do mercado financeiro se manteve estável em relação à semana anterior, com expansão do PIB em 2%. No boletim divulgado hoje o mercado manteve em 4,5% a previsão do PIB para o ano de 2021. Há quatro semanas a previsão era de um crescimento de 4,71%, em 2021.

Para 2022, o mercado financeiro manteve a estimativa de inflação das duas últimas semanas, com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficando em 5,03%. Já para 2023, o mercado reduziu a expectativa de inflação para 3,36%, ante os 3,41% da semana passada. Em 2024, a previsão é mesma da semana passada com inflação em 3%.

Para 2021, a previsão para o IPCA, considerado a inflação oficial do país, também variou para baixo, de 10,01% para 9,99%. É a quinta redução depois de 35 semanas consecutivas de alta da projeção.

A previsão do mercado para a taxa básica de juros, a Selic, em 2022, aumentou em relação ao projetado na semana passada, passando de 11,5% para 11,75% no boletim divulgado.

Atualmente a Selic, definida pelo Comitê de Política Monetária (Copom), está em 9,25% ao ano. Para a próxima reunião do órgão, em fevereiro, o Copom já sinalizou que deve elevar a taxa em 1,5 ponto percentual.

Para o fim de 2023, a estimativa é de que a taxa básica caia para 8% ao ano, a mesma previsão da semana passada. E para 2024, a previsão é de Selic em 7% ao ano, projeção que repete a da semana anterior.

A expectativa do mercado para a cotação do dólar em 2022 também se manteve igual ao projetado na semana passada, ficando em R$ 5,60. Já para os próximos dois anos, a projeção do mercado é de alta no câmbio. Para 2023, a previsão da cotação do dólar subiu de R$ 5,40 para R$ 5,45. Para 2024, a projeção passou de R$ 5,30 para R$ 5,39.

Salário mínimo passa a ser de R$ 1.212

Dia 31/12/2021

O Diário Oficial da União publica, publicou no dia 31 de dezembro de 2021, a MP de número 1.091, de 30 de dezembro de 2021, assinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, que define o valor do salário mínimo, a partir de 1º de janeiro de 2022, em R$ 1.212.

A portaria informa ainda que o valor diário do salário corresponderá a R$ 40,40 e de R$ 5,51, o valor horário. Em sua fala, ao vivo, em uma rede social, o presidente da República já havia anunciado o novo valor para 2022. Atualmente, o salário mínimo é de R$ 1.100.

Rodovias Federais irão disponibilizar sinal de 4G

Dia 09/12/2021

Uma reivindicação antiga dos usuários de rodovias federais começou a ser atendida nessa terça-feira (7) com a assinatura dos contratos com as empresas vencedoras das faixas do leilão do 5G, ocorrido no mês passado, para exploração do uso de radiofrequências.

Segundo o Ministério da Infraestrutura (MInfra), com a assinatura dos termos, a empresa Winity II pode dar início à aplicação dos R$ 3,5 bilhões de investimentos em tecnologia 4G, que estão previstos para serem usados em 36 mil quilômetros de rodovias federais e em 625 localidades. Devem ser priorizadas as BR-163, BR-364, BR-242, BR-135, BR-101 e BR-116. A data da entrada em operação está prevista para junho de 2022.

“O leilão do 5G foi o dia mais importante para o futuro das telecomunicações do Brasil. Em trabalho em parceria com o Ministério das Comunicações, elencamos rodovias importantes para a nossa logística serem contempladas com o sinal de 4G”, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Pesquisa

Os trechos das BRs que receberão o 4G foram escolhidos a partir de um cruzamento de dados de disponibilidade de sinal nas estradas com o apontamento de usuários feitos na pesquisa Fala Cidadão, do MInfra.

Além de sinal de internet, também haverá ampliação do sinal de telefonia celular, mais uma carência de infraestrutura de telecomunicações apontada por usuários da infraestrutura de transportes rodoviários. Alguns aeroportos também serão beneficiados com a implantação da rede de internet.

Inovação

Em abril, entrou em vigor o Programa de Modernização de Rodovias Federais, o [email protected], que tem como objetivo modernizar as principais rodovias federais com foco em segurança viária, fluidez e tecnologia.

Com o programa, será possível promover mais segurança e eficiência logística pelos investimentos realizados em novas sinalizações, em monitoramento das vias, na conectividade, na implantação do free flow, além de aprimorar a pesagem veicular e a integração do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

PRF realiza leilão virtual de veículos

Dia 07/12/2021

Com lances mínimos entre R$ 20 e 25 mil, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Paraná, realiza o nono leilão “on-line” de veículos de 2021, classificados como conservados (recuperáveis), sucata aproveitável com motor aproveitável e sucata aproveitável com motor inservível, retidos, abandonados, removidos ou recolhidos a qualquer título, que se encontrem há mais de 60 dias nos pátios das Unidades Operacionais vinculadas à PRF no Paraná.

As sessões públicas serão realizadas entre os dias 3 de dezembro (sexta) e 11 de dezembro (sábado) de 2021, com lotes de veículos conservados, sucata aproveitável e sucata aproveitável com motor inservível, exclusivamente no sistema eletrônico “on-line” (internet) no site  https://www.kronbergleiloes.com.br.

Dentre os 590 veículos ofertados, 285 são conservados (aqueles que não têm relação alguma com sua conservação visual e aparência estética de sua lataria e demais equipamentos, podendo retornar a circular em via pública, após o pagamento das respectivas taxas e recolocados em circulação após revisão técnica exigida pelo órgão de trânsito) e 305 são considerados como sucata (aqueles que estão impedidos de circulação em vias públicas e se destinam exclusivamente ao desmonte e ao reaproveitamento de suas peças), sendo que podem ser adquiridos por pessoas físicas ou jurídicas.

O lote mais caro do leilão é um Scania/G 420 A6x4, ano 2011, com lance mínimo de R$ 25.000,00. Também há um Fiat/Palio attract 1.0, ano 2014, R$ 12.000,00 o lance mínimo e um Landrover/Freelander 2 S I6, ano 2010, com lance mínimo de R$ 8.000,00. Todos esses veículos são conservados, isto é, após sua regularização, podem voltar a circular.

Conforme o artigo 328 do Código de Trânsito, o veículo recolhido que não vier a ser reclamado por seu proprietário dentro de um prazo de dois meses pode ser avaliado e levado a leilão.

Os veículos poderão ser examinados visualmente nos locais onde se encontram, conforme endereços que constam no edital de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas, no período de cinco dias úteis que antecedem cada uma das respectivas datas previstas.

Golpe de chip de celular clonado, entenda como os bandidos

Dia 28/10/2021

O mercado de golpes não para de crescer. Você piscou e já surgiu uma nova forma de bandidos invadirem dados pessoais por meio de aparelhos celulares. O mais novo método é a clonagem de chip, conhecida em inglês como SIM swap, em que golpistas ligam para as operadoras de telefone se passando pelo usuário e pedem pela ativação do número de contato em um novo chip. Com isso, o bandido consegue acesso a ligações, SMS e senhas, e pode até ativar o WhatsApp da vítima em um novo aparelho.

O médico Bruno Beraldi, que sofreu o golpe nesta segunda-feira (25), conta que o primeiro indício do problema foi uma falta de sinal. “Eu achei que fosse um problema de torre, algo operacional. Isso era 11h da manhã, eu fui almoçar e, quando voltei, as meninas do consultório comentaram comigo que todos os celulares haviam caído, todas as nossas linhas”, explicou em entrevista para a RPC.

Foi a partir disso que a ação dos bandidos começou a ser notada em suas redes sociais, a partir de publicações e mensagens que não estavam sendo feitas por Bruno. “Alguém colocou o meu número em um chip virgem e, a partir disso, a pessoa passou a ter acesso a todas as minhas informações, a todos os tokens e tudo que tinha direito”, conta. Ao entrar em contato com a operadora, Bruno foi informado de que o bandido havia feito a portabilidade se passando por ele. “A única forma de fazer essa transferência era tendo, por exemplo, uma selfie minha. Então não sei se usaram alguma foto da rede social ou algo assim”.

Além do transtorno para resolver a situação, o golpe ainda trouxe prejuízos financeiros para o médico. Por meio das redes sociais, os bandidos fingiram a venda de celular e conseguiram com que seguidores fizessem o pagamento achando que estavam realizando a compra dos aparelhos. Além disso, a esposa de Bruno recebeu uma proposta, feita pelos golpistas, para ter de volta o acesso. “Minha esposa acabou negociando com eles a madrugada inteira, no dia seguinte também, e eu tinha cirurgia cedo e ela assumiu a negociação. Quando eu finalizei o procedimento, descobri que ela havia pago pra eles e recuperou a conta no Instagram”, aponta o médico.

Como evitar?

Segundo o delegado da Polícia Civil do Paraná, José Barreto, a melhor forma de se prevenir do novo golpe é ativar a autenticação em dois fatores em contas e aplicativos e que, de preferência, coloquem outra forma de recuperar as senhas, não sendo o número do telefone. “A partir do momento que o cibercriminoso conseguir pegar a linha telefônica, por meio desse golpe, ele pode resetar todas as senhas das redes sociais e ele vai receber por SMS [os códigos de recuperação] e vai conseguir acessar Instagram, Facebook e até WhatsApp”, ressalta. 

Dentro desse cenário, a principal dica é sempre buscar alternativas e formas de dificultar os acessos, colocando diferentes meios de recuperação de senha e autenticação. Além disso, é essencial sempre desconfiar. “Se alguém receber algum contato pedindo transferência financeira, liga pra pessoa primeiro, antes de fazer qualquer envio. E desconfie! Se aparecer o nome de um terceiro na hora de fazer a transferência, não faça. Fica o alerta da Polícia Civil do Paraná”, recomenda o delegado.

Petrobras anuncia novo aumento nas refinarias

Dia 26/10/2021

A Petrobras anunciou no dia 25 de outubro que vai reajustar os preços da gasolina e do diesel em suas refinarias a partir do dia 26 de outubro. O litro da gasolina vendido pela empresa às distribuidoras passará de R$ 2,98 para R$ 3,19, o que representa um aumento de R$ 0,21 ou de cerca de 7%.

A Petrobras afirma que a parcela da gasolina vendida nas refinarias no preço final do produto encontrado nos postos chegará a R$ 2,33, com um aumento de R$ 0,15. A variação é menor que os R$ 0,21 de reajuste nas refinarias porque a gasolina tem uma mistura obrigatória de 27% de etanol anidro.

Já o litro do diesel passará a ser vendido por R$ 3,34 nas refinarias da Petrobras, o que representa um aumento de cerca de 9% sobre o preço médio atual, de R$ 3,06.

No caso do diesel, a Petrobras calcula que o impacto para o consumidor final seja um aumento de R$ 0,24, porque o diesel vendido nos postos tem uma mistura obrigatória de 12% de biodiesel.

A Petrobras justifica que os reajustes no preço garantem que o mercado “siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento”.

“O alinhamento de preços ao mercado internacional se mostra especialmente relevante no momento que vivenciamos, com a demanda atípica recebida pela Petrobras para o mês de novembro de 2021. Os ajustes refletem também parte da elevação nos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente ao crescimento da demanda mundial, e da taxa de câmbio”, afirma a empresa.

627 mil pessoas são notificadas para devolver auxílio emergencial

Dia 07/10/2021

O Ministério da Cidadania está notificando, 627 mil pessoas a devolver, voluntariamente, os recursos recebidos por meio do auxilio emergencial, programa que atende pessoas em situação de vulnerabilidade, afetadas pela pandemia de covid-19.

As mensagens de celular, tipo SMS, estão sendo enviadas desde segunda-feira (4) pelos números 28041 ou 28042. “Qualquer SMS enviado de números diferentes desses, com este intuito, deve ser desconsiderado”, alertou o ministério.

De acordo com a pasta, as mensagens são para trabalhadores que receberam recursos de forma indevida por não se enquadrarem nos critérios de elegibilidade do programa ou que, ao declarar o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), já geraram documento de arrecadação de receitas federais (DARF) para restituição de parcelas do auxílio, mas que ainda não efetuaram o pagamento.

Este é o segundo lote de mensagens no ano de 2021. Segundo o ministério, após o envio do primeiro lote de SMS, em agosto, foram devolvidos aos cofres públicos cerca de R$ 40,6 milhões até o dia 21 de setembro. As restituições foram feitas por meio do pagamento de DARF em aberto e pela geração e pagamento de guias de recolhimento da União (GRU).

Entre as pessoas que não atendem aos critérios de elegibilidade estão aquelas com indicativo de recebimento de um segundo benefício assistencial do governo federal, como aposentadoria, seguro-desemprego ou Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm). O grupo inclui também os que tinham vínculo empregatício na data do requerimento do auxílio emergencial e os identificados com renda incompatível com o recebimento do benefício, entre outros casos.

As mensagens enviadas pelo Ministério da Cidadania contêm o registro do CPF do beneficiário, ou NIS, no caso do público do Bolsa Família, e o link para fazer a regularização da situação, iniciado com gov.br. Os avisos serão enviados, exclusivamente, pelos números 28041 ou 28042.

Como devolver

Todos aqueles que receberem a mensagem de texto relativos aos DARFs em aberto deverão efetuar o pagamento ou acessar o endereço eletrônico gov.br/dirpf21ae para denunciar fraude, se for o caso, ou informar divergência de valores.

Quem não tem DARF em aberto, mas tem valores a devolver, precisa acessar o site gov.br/devolucaoaee inserir o CPF do beneficiário. Depois de preenchidas as informações, será emitida uma GRU, e o cidadão poderá fazer o pagamento nos canais de atendimento do Banco do Brasil ou em outros bancos, caso selecione essa opção ao solicitar a emissão da GRU no sistema.

Para denunciar fraudes, o cidadão pode acessar a plataforma fala.br, da Controladoria-Geral da União. Além disso, o Portal da Transparência traz a relação pública de quem recebeu o auxílio emergencial. A ferramenta permite a pesquisa por estado, município e mês, ou por nome e CPF.

Corte da energia elétrica por falta de pagamento é retomado

Dia 01/10/2021

O corte de energia por falta de pagamento no caso dos consumidores de baixa renda voltará a ser permitido a partir desta sexta-feira. Em abril, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) suspendeu o corte de luz por inadimplência para os beneficiários da tarifa social em razão da crise provocada pela pandemia do coronavírus.

Inicialmente, a medida valeria até 30 de junho, mas foi prorrogada pela agência até 30 de setembro. Agora, não há previsão de outro adiamento. A proibição do corte contemplou cerca de 12 milhões de famílias que se enquadram na tarifa social de energia elétrica.

A tarifa social é uma política pública que concede descontos na conta de luz para as famílias de baixa renda. O consumidor recebe um abatimento mensal na conta de luz que varia de acordo com a tabela de consumo.

As regras para o corte de energia por falta de pagamento não mudaram, apenas foram suspensas para os consumidores de baixa renda.

Antes de efetuar o corte, a distribuidora deve encaminhar notificação “escrita, específica e com entrega comprovada ou, alternativamente, impressa em destaque na fatura” ao consumidor, de acordo com as normas da Aneel. O envio deve ser feito com antecedência mínima de 15 dias. Só depois o corte pode ser feito.

No caso das famílias de baixa renda, a distribuidora pode negociar o parcelamento do débito em, no mínimo, três parcelas. A suspensão do corte não significa que as empresas deixaram de cobrar as faturas.

envie para um amigo ...... comente está matéria........ imprimir a matéria

Últimas Notícias
 
Editoria Ano Mês
 
 

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, em qualquer meio de comunicação eletrônica ou impresso, sem a devida autorização escrita ou via
e-mail do site Iguaçu Notícias.

 

 

 


1

1

1

1
1
1

1
1

1

1

1